Image Image Image Image Image
Scroll to Top

To Top

A nossa história

Nós nascemos como confeiteiros artesanais e, em certa medida, permanecemos assim. Os nossos fundadores, os irmãos Armando, Lieto e Aurelio, abriram a sua confeitaria na Piazza Saffi, em Forlì, em 1930. Pouco tempo depois, os negócios se multiplicaram, tornando-se uma parada obrigatória para todos os viajantes do norte que vinham à Riviera Adriática. Os segredos? Apenas certo rigor e a escolha dos melhores ingredientes. Em uma palavra, a qualidade. O momento da virada ocorreu na década de setenta, quando inspirado por um de nós, Marco Buli, genro de um dos fundadores, concentrou-nos na produção. Aumentaram o volume, sem diminuir o cuidado e a manualidade. O torrão tornou-se o elemento essencial do conjunto, em todas as suas variantes. Pouco tempo depois, o nosso catálogo se expandiu para uma história de amor. Amor por uma grande especialidade italiana, o panetone. Como amamos fazer as coisas da maneira correta, abrimos um novo centro de produção no território com os mestres mais capacitados, Le Langhe, em colaboração com Antonio Fava, artesão local. Hoje a nossa empresa possui novos protagonistas: ao lado de Marco Buli, seus filhos Renata, responsável pelos mercados exteriores e pelas embalagens, sempre muito importante para nós, e Massimo, que está encarregado das áreas marketing e comercial. As instalações estão em Forlì e em Rodello d’Alba. Na primeira, produzimos torrão utilizando ainda as tradicionais máquinas de fazer torrões com cuba de cobre, sob a direcção de Pierluigi Bergamaschi e confeitaria refinada, de chá e rústica, com métodos tradicionais, sob a direcção de Roberto Ravaioli. Na instalação piemontesa, o delicado papel de confeiteiro de levedados é confiado a um jovem que cresceu na empresa, Ivan Cavallo, enquanto que a produção geral compete ainda hoje a Antonio Fava.

Porque na Flamigni a inovação está presente,
mas apenas quando realmente melhora as coisas.